Doze novas luas foram descobertas orbitando Júpiter - Aventuras no Conhecimento

Últimas

terça-feira, 17 de julho de 2018

Doze novas luas foram descobertas orbitando Júpiter


Astrônomos da Carnegie Institution for Science anunciaram a descoberta de 12 novas luas orbitando Júpiter, 11 luas das quais foram consideradas “normais” e uma que eles chamaram de “excêntrica”. Isso leva o número total de luas conhecidas de Júpiter a 79, sendo o planeta com maior número de luas.

A equipe liderada por Scott S. Sheppard, avistou as luas pela primeira vez em 2017, enquanto procurava por objetos muito distantes do Sistema Solar, como parte da busca por um possível planeta enorme, muito além de Plutão.

Nove das novas luas fazem parte de um grupo distante de luas que orbitam na direção oposta da rotação de Júpiter. Essas luas são agrupadas em pelo menos três agrupamentos orbitais distintos e acredita-se que sejam remanescentes de três corpos parentes outrora maiores que se separaram durante colisões com asteroides, cometas ou outras luas. As recém-descobertas luas levaram cerca de dois anos para orbitar Júpiter.

Duas das novas descobertas fazem parte de um grupo de luas mais próximas e que orbitam na mesma direção que a rotação do planeta. Todas essas luas têm distâncias orbitais e ângulos de inclinação semelhantes em torno de Júpiter, e por isso também são fragmentos de uma lua maior que foi quebrada. Essas duas luas recém-descobertas levam pouco menos de um ano para viajar em torno de Júpiter.

A lua "excêntrica" está também próxima do grupo distante, só que mais inclinada e leva cerca de um ano e meio para orbitar Júpiter, só que ao contrário do grupo destas luas distantes, esta nova lua excêntrica tem uma órbita que gira na mesma direção da rotação de Júpiter e atravessa as luas que giram em direção oposta, veja o vídeo:


Como resultado, as colisões frontais são muito mais prováveis ​​de ocorrer entre o prólogo “excêntrico” e as luas que estão se movendo em direções opostas. 

Fonte original em inglês: Carnegie Science