sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Fóssil do maior mamífero do Paleoceno é encontrado em Itaboraí, RJ

Xenungulado (Carodnia vieirai)

O fóssil do xenungulado Carodnia vieirai, o maior mamífero do período Paleoceno localizado na América do Sul, foi encontrado no Parque Paleontológico de São José, em Itaboraí. O animal tinha corpo e tamanho semelhantes ao de uma anta e viveu na época da formação da Bacia de Itaboraí há cerca de 55 milhões de anos.

"Esse achado é de grande importância para a paleontologia, e também para o Parque Paleontológico de Itaboraí, mostrando que a Bacia deve ser valorizada pela população, como já é pelos estudiosos. Isso também nos estimula ainda mais a continuar abrindo trilhas e clareiras para seguir na busca por mais descobertas, sempre em equilíbrio com a preservação ambiental. Para isto, fazemos as escavações apenas em blocos rolados, não comprometendo a integridade dos afloramentos remanescentes", disse a paleontóloga da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Lilian Bergqvist, que atua no local desde 1994.

A retirada do fóssil deve começar hoje (29) e será acompanhada por Bergqvist, e sua equipe, além do subsecretário municipal de Meio Ambiente de Itaboraí, André Pereira, e o gerente do Parque, o biólogo Luís Otávio Castro, responsável pela descoberta.

Fóssil encontrado em Itaboraí

Em nota, a prefeitura de Itaboraí explicou que os ossos se encontram em um tipo de calcário muito duro e terão de ser desmembrados no Laboratório de Preparação de Macrofósseis, da UFRJ, onde se encontra uma réplica do esqueleto montada por Bergqvist. O fóssil será tombado para, posteriormente, retornar ao Parque de São José, onde permanecerá para observação pública.

Fonte: NATGEO