quarta-feira, 31 de julho de 2019

Bicho-Preguiça, as excelentes nadadoras.

 Resultado de imagem para bicho preguiça hd

Existem 6 espécies diferentes de bicho-preguiça divididos em duas famílias: Bradypodidae, com três dedos e a Megalonychidae, com dois dedos.
São encontrados nas Américas e cinco das espécies estão presentes no Brasil.

Em geral, a coloração do corpo desses animais varia entre o marrom e o cinza e pode ou não ter mesclas de variações de pelo claro ou escuro.
Podem girar a cabeça em 270 graus sem movimentar o seu corpo, que pode atingir cerca de 70 centímetros e pesar oito quilos podendo chegar aos 35 anos em cativeiro e aos 20 em vida livre na natureza.
Dormem certa de 14 horas por dia e são animais de hábitos noturnos, são herbívoro e se alimentam de folhas, brotos e frutos que encontram em seu território. Não é difícil se alimentar, pois vivem penduradas na vegetação. 
Eles extraem água do próprio alimento e do orvalho contido nas árvores, não precisam ir atrás dessa substância e é graças à sua "economia" de movimentos que garantem um corpo sempre hidratado sem perder muita água.
A reprodução também ocorre nas copas das árvores, dando origem a um único filhote que fica protegido pela mãe durante os seus primeiros meses de vida - entre nove e doze meses.
Bebê e mamãe Bicho-preguiça
Os bichos-preguiça não costumam utilizar suas garras para outros fins, uma vez que são animais pouco ágeis e muito lentos. O ideal é recorrer à camuflagem para não serem percebidos por seus principais predadores: onças, algumas serpentes e o gavião-real.
Apesar de poucos movimentos na terra, são consideradas ótimas nadadoras.
Bicho-Preguiça na água.
Infelizmente estão na lista de animais com risco de extinção! Preserve a Natureza para que tenhamos elas lindas por aí.

Por Carla Reis
Bióloga e Fotógrafa