Misterioso visitante interestelar é um cometa e não um asteroide - Aventuras no Conhecimento

Últimas

quinta-feira, 28 de junho de 2018

Misterioso visitante interestelar é um cometa e não um asteroide


O primeiro visitante conhecido de fora do Sistema Solar, um objeto apelidado de "'Oumuamua", é um cometa gelado ao invés de um asteroide rochoso. Novas medições ajudam a confirmar as primeiras suposições quanto à composição do intrusivo interestelar e também podem auxiliar os pesquisadores em sua busca por objetos similares em nosso Sistema Solar.

Observações cuidadosas da órbita de 'Oumuamua mostraram que, à medida que o objeto voava pelo espaço, algo continuamente o empurrava um pouquinho mais longe do Sol do que o esperado. Este empurrão foi causado provavelmente pelo gelo que aqueceu e borrifou gás no espaço. Este processo é característico de um cometa, e não de um asteroide, embora 'Oumuamua nunca tenha exibido a gloriosa cauda de gás e poeira que acompanha a maioria dos cometas.

A jornada de Oumuamua através do nosso Sistema Solar

Astrônomos descobriram 'Oumuamua em 19 de outubro de 2017 usando o telescópio PanSTARRS-1 na ilha havaiana de Maui. Em poucas horas, eles poderiam dizer que sua trajetória era diferente de qualquer outro objeto celestial conhecido, sugerindo que o intruso devia ter vindo de fora do Sistema Solar. Em havaiano, 'Oumuamua significa um "mensageiro de longe chegando primeiro".

Mas, quando os cientistas descobriram, o visitante já havia passado pelo Sol e estava saindo do Sistema Solar. Telescópios em todo o mundo se esforçaram para seguir 'Oumuamua, que ficava mais fraco e desaparecia entre as estrelas. Como os astrônomos não conseguiam ver uma cauda característica de cometa se estendendo a partir dela, a maioria classificava-a como um asteroide interestelar. Outras observações, no entanto, sugeriram que o objeto poderia ter um interior gelado sob sua superfície dessecada.