O navio do pirata Barba Negra e seus fascinantes "tesouros" históricos - Aventuras no Conhecimento

Últimas

quinta-feira, 27 de junho de 2013

O navio do pirata Barba Negra e seus fascinantes "tesouros" históricos

O navio do pirata Barba Negra e seus fascinantes "tesouros" históricos

Dois canhões usados pelo famoso pirata Barba Negra, responsável por aterrorizar os oceanos há séculos atrás, foram retirados do seu navio no fundo do mar. Mergulhadores resgataram as duas armas dos restos do Queen Anne's Revenge, que está no fundo do oceano, numa região mar afora na costa da Carolina do Norte. Antigo navio negreiro francês, a embarcação foi renomeada para Queen Anne's Revenge (algo como "Vingança da Rainha Anne", numa tradução livre) pelo pirada inglês Barba Negra, que capturou a embarcação em 1717.

O navio do pirata Barba Negra e seus fascinantes "tesouros" históricos

Especialistas encontraram uma variedade fascinante de artefatos, verdadeiros "tesouros históricos"  no navio de Barba Negra desde que a expedição começou, em 1996. Arqueólogos resgataram das profundezas garrafas com cebolas, dois sinos da Espanha ou Portugal, fivelas, botões, pedaços de vidro, seringa, flocos de ouro, entre outros objetos. Outro artefato raro seria um cabo dourado que pode ter sido usado na espada de Barba Negra. O trabalho faz parte de um projeto de US$ 450 mil para retirada de todos os artefatos do navio histórico até o final do próximo ano.

O navio do pirata Barba Negra e seus fascinantes "tesouros" históricos

O Queen Anne's Revenge era o famoso navio do fora da lei Barba Negra, que vagou pelos oceanos no começo do século 18. O pirata usava luzes sob o seu chapéu para aterrorizar seu inimigos. Chamado assim por conta da sua barba, o nome real desta figura histórica seria Edward Teach ou Thatch, que navegou pela costa leste da Índia e pelas colônicas americanas.   Embora a carreira como pirata de Barba Negra tenha durado apenas dois anos, ele ficou mundialmente famoso por fazer refém toda a cidade de Charleston, na Carolina do Sul. Barba Negra foi morto em novembro de 1718, por voluntários da Marinha Britânica, quando a maioria das pessoas pensavam que seu navio havia afundado fazia cinco meses. Em 1718, o navio foi abandonado e permaneceu intacto pro um longo tempo antes de ser destruído.

Fonte: History