Cientistas encontram fósseis de anfíbios paleozóicos em Nazária - PI - Aventuras no Conhecimento

Últimas

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Cientistas encontram fósseis de anfíbios paleozóicos em Nazária - PI

Uma equipe formada por paleontólogos da UFPI e de instituições estrangeiras descobriu restos fósseis de anfíbios que viveram na Era Paleozoica, há 270 milhões de anos.

A equipe é formada por pesquisadores de diversas instituições estrangeiras, sendo seis paleontólogos e um geólogo, sob a coordenação do Dr. Juan Cisneros (professor do Departamento de Arqueologia da UFPI) e o Dr. Kenneth Angielczyk (Museu Field, Chicago, EUA). Dois alunos bolsistas CNPq do curso de Arqueologia da UFPI também integram a equipe.
As descobertas foram feitas na região de Timon-MA e Nazária-PI, a poucos quilômetros de Teresina. Os fósseis foram encontrados há dez dias, durante trabalhos de prospecção paleontológica realizados pela equipe na região.


Paleontólogos em escavação em Timon  
Os restos encontrados são de pelo menos três anfíbios, de pequeno porte, um pouco maiores que uma salamandra típica da atualidade. Estes anfíbios viveram em rios ou lagoas, milhões de anos antes que os dinossauros, numa época em que a região do Piauí e do Maranhão teria sido mais úmida e o mar ocupava boa parte dos dois estados. Nesta mesma época, cresceram as árvores que formam a floresta fóssil do Rio Poti em Teresina.


Fóssil encontrado em Nazária

Além do fato de nunca terem sido encontrados restos de anfíbios fósseis na microrregião de Teresina, os fósseis descobertos são importantes pois ajudarão a entender melhor a evolução destes organismos no passado e a conhecer melhor o clima e o ambiente daquela época.


Fóssil encontrado em Timon

Os fósseis serão objeto de estudos aprofundados pelos paleontólogos e podem representar novas espécies para a ciência. "Limpeza, tratamentos de conservação e diversas análises terão que ser feitas para entender melhor o significado e as relações destes novos fósseis com outras espécies que viveram naquela época", explica o professor pesquisador Juan Cisneros.


Anfibio da Era Paleozoica, arte de Nobu Tamura

O Projeto de Pesquisa Prospecção Paleontológica na Formação Pedra de Fogo na Bacia do Parnaíba, é desenvolvido há dois anos em parceria entre o Centro de Ciências da Natureza (CCN/UFPI) e o Museu Field de História Natural em Chicago.

Fonte: Cidade Verde