Animais esquisitos e interessantes: Macaco que anda como homem, peixe-gelo e dragão-marinho estão em galeria - Aventuras no Conhecimento

Últimas

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Animais esquisitos e interessantes: Macaco que anda como homem, peixe-gelo e dragão-marinho estão em galeria

Os livros "Criaturas Surpreendentes" e "Peixes Monstruosos", da escritora inglesa Lynn Huggins-Cooper, apresentam bichos interessantes e esquisitos.
Toda a variedade de animais existente na Terra pode ser vista em espécies tão diferentes quanto o guaxinim (um mamífero nativo das Américas) e o dragão-marinho (um parente do cavalo-marinho que mais parece uma planta).
Isso sem contar as curiosidades do reino animal. Nos livros, é possível saber que o macaco-narigudo anda como o homem, sobre duas pernas, e o peixe-gelo tem um coração que bate duas vezes mais rápido do que o da maioria dos peixes.
A coleção "Animais Surpreendentes", da editora Zastras, tem outros quatro títulos e é dedicada ao público infantojuvenil.

Há animais como o aie-aie (foto abaixo). Vive nas florestas de Madagascar (África) e caça à noite, quando bate seu dedo médio longo e ossudo nos galhos das árvores. Ele faz isso para escutar besouros e lagartas e, assim, poder capturá-los:

Esse guaxinim está provavelmente procurando comida na lixeira. Já adaptado à vida urbana, é um animal esperto cujas patas podem abrir até travas e portas. Mamífero, a maior parte deles vive nas Américas do Norte, Central e do Sul, mas também pode ser encontrado na Europa:

Quem não se lembra do Taz, aquele personagem de desenho que saía devorando tudo? Era um diabo-da-tasmânia, assim como esse da foto. Apesar de ser feroz e arrancar a pele e a carne de animais para se alimentar, a boca aberta não significa que está prestes a atacar. Toda essa pose demonstra apenas seu medo:

O macaco-narigudo anda sobre duas pernas, como os humanos, e tem de afastar o nariz (que pode chegar a 14 centímetros de comprimento) quando vai comer. Mas essa sua característica, presente apenas nos machos, é importante: torna seus gritos de alerta mais altos e ajuda a conquistar namoradas:

Não, isso não é uma planta. O dragão-marinho é como se fosse um cavalo-marinho fantasiado para o Carnaval. O que parecem folhas, em seu corpo, se chamam apêndices e ajudam a escondê-lo entre as algas. Na espécie, natural da Austrália, as fêmeas botam ovos, mas quem os carrega são os machos:

O baiacu-de-espinho, do livro "Peixes Monstruosos", da editora Zastras, está assustado e encheu seu corpo de ar e água. Como uma bola cheia de espinhos, ele pretende afastar seus inimigos, ficando até três vezes maior do que seu tamanho normal. Tenta fazer, por exemplo, com que o predador não o devore:

O peixe-gelo vive no Oceano Antártico, na região do polo Sul, mas não morre de frio no fundo do mar. Possui características diferentes da maioria dos peixes, pois enquanto seu sangue carrega menos oxigênio que o deles, tem um grande coração que consegue bater duas vezes mais rápido para não lhe deixar sem ar:

nse em uma quadra de basquete e depois imagine uma das quatro espécies de peixe-fita no mesmo tamanho. Sim, ele pode crescer até 15,5 metros e se tornar um dos peixes mais compridos que existem. Não tem dentes, alimenta-se de pequenas criaturas e vive em águas profundas:


Fonte: Folha