Google+

sexta-feira, 20 de março de 2015

Acelerador de partículas pode detectar outras dimensões


Uma publicação do jornal Physics Letters B levantou a hipótese de que o Grande Colisor de Hádrons (LHC, na sigla em inglês), o maior acelerador de partículas e o de maior energia existente do mundo, poderia encontrar mini buracos-negros, de acordo com a IFL Science.

De acordo com a publicação, a descoberta, por si só, já tem enorme importância, mas pode permitir que sejam feitos testes para descobrir universos paralelos. Contudo, isso não quer dizer que existam universos em outras dimensões como os imaginados em filmes, garante a revista.

A teoria das cordas propõe que existam dez dimensões, dos quais seis já foram envoltas, o que impediria que elas fossem descobertas. Contudo, para descobrir essa existência, teria de ser gerada muita energia, algo que alguns cientistas acreditam ser impossível, já que nada foi encontrado mesmo com a energia monstruosa desenvolvida em experimentos com o LHC.

Acelerador de hadrones (LHC) pode gerar energia para descobrir outras dimensões

De acordo com a publicação, o LHC foi projetado para produzir uma energia na escala de 14 elétron-volt (TeV), mas até agora só tem ido a 5,3 TeV. Caso o LHC atingisse a plenitude, os cientistas poderiam analisar os buracos-negros e demonstrar a deformação do tempo-espaço em microescala, a existência de dimensões extras, universos paralelos, além de comprovar a teoria das cordas.

Fonte: IFLScience via Terra
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...