Pesquisadores da NASA apresentam projeto inovador para encontrar vida em Marte - Aventuras no Conhecimento

Últimas


NOTÍCIAS

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Pesquisadores da NASA apresentam projeto inovador para encontrar vida em Marte


Cientistas por trás de um projeto chamado ExoLance Indiegogo afirmam ter a solução para busca de vida (e da água) em Marte. O grupo é formado por engenheiros aeroespaciais e de robótica, muitos dos quais trabalham para a NASA e um deles opera o rover Curiosity. De acordo com um comunicado do grupo em seu website, "enquanto as atuais missões da NASA estão em busca de provas de vida em algum ponto do passado, nenhuma missão da NASA está em busca de vida na atualidade".

O grupo vai além: "acreditamos que este é um erro. Para encontrar vida em Marte nós realmente precisamos olhar para a vida em Marte". Diante da defesa de uma abordagem “mais direta”, os pesquisadores decidiram conduzir o assunto nas próprias pranchetas. Atualmente, a Nasa explora Marte com o robô Curiosity, que está equipado para fazer perfurações no solo do planeta. Contudo, estes buracos ainda são muito superficiais - em torno de 5 cm apenas - e, de acordo com os pesquisadores do ExoLance Indiegogo, seria necessário cavar muito mais fundo do que isso. Desta maneira, os cientistas defendem que, em vez de brocas, a solução para chegar às profundezas marcianas estaria no uso de grandes dardos para fazer a escavação.

O conceito é bem simples para os padrões da NASA. O ExoLance, teoricamente, poderia pegar carona em outra missão a Marte, e, assim que a nave entrasse na atmosfera marciana, um lançador de dardos (chamado "Quiver") soltaria o artefato que cairia a velocidades supersônicas, como uma “seta”, que poderia perfurar até 1,8m no solo marciano. De acordo com o projeto, o nariz do dardo carregaria um equipamento de detecção de vida, que poderia ser um exame metabólico para distinguir quimicamente entre seres vivos e não-vivos. Enquanto isso, a extremidade traseira da seta, localizada acima da superfície, faria a comunicação com uma sonda sobre as descobertas científicas.

Para tornar esta ideia realidade, os cientistas precisam levantar a quantia de US$ 250 mil apenas para construir os protótipos. Este não será o primeiro nem único desafio para tocar o projeto, que poderá atingir um custo total entre US$ 1 milhão e US$ 10 milhões. Contudo, todos os riscos parecem valer a pena pela procura da vida em Marte já que, caso um dia isso seja confirmado, um novo capítulo da biologia e da própria história da humanidade poderia ser escrito.

Fonte: History