Google+

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Cientistas encontram o mais antigo código de escrita do mundo


A paleoantropóloga Genevieve von Petzinger é responsável por um estudo que está revelando aquilo que pode ser o mais antigo código de escrita do mundo, são 32 traços que se repetem em diferentes cavernas de toda a Europa. Registros simples: apenas linhas em zigue-zague, pontos, triângulos inacabados, cruzes retorcidas ou algo que lembra figuras geométricas, mas que podem significar muito.

O período compreendido nesta pesquisa vai de 2 milhões a.C. (época aproximada em que o homem fabricou o primeiro utensílio) até 10.000 a.C, também conhecido como Idade da Pedra Lascada e envolve mais de 350 sítios arqueológicos.



A pesquisadora fez uma lista com 32 símbolos que se repetem em diferentes sítios arqueológicos, que ainda não possuem um significado exato, mas pode significar um código pré-estabelecido e compartilhado por diferentes grupos do período Paleolítico.

O primeiro sistema de escrita conhecido, o cuneiforme, tem cinco mil anos e surgiu onde atualmente é o Iraque. Mas, a exemplo dos complexos hieróglifos egípcios, não faz sentido que tenha aparecido do nada.
Os traços ordenados por Von Petzinger podem ser um sistema ainda mais antigo de escrita: um "primeiro código humano" inscrito nas rochas das grutas.

O que é inovador nesta descoberta, confirmam os especialistas, é que ela revela as habilidades básicas necessárias para a criação de um sistema de escrita: capacidade de abstração, registro de marcas gráficas e sofisticado uso de símbolos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...