Google+

domingo, 4 de setembro de 2016

Descoberta espécie de Pteroussauro que tinha o tamanho de um gato

Nova espécie de Pterossauro. Mark Witton

Quando os dinossauros viviam Terra, pterossauros dominavam os céus. O maior destes antigos répteis tinha uma envergadura de 10 metros ou mais. Mas fragmentos fósseis desenterrados no oeste do Canadá sugerem que estes gigantes répteis voadores co-existiam com uma forma "mini", mais próxima do tamanho de um albatroz.

O achado poderia derrubar a ideia atual sobre a evolução dos pterossauros e sua extinção, que acreditavam ter ocorrido há 66 milhões de anos atrás.


Os fósseis - um osso do braço e vértebras descobertos em Hornby Island, em British Columbia, Canadá - é de um pterossauro quase adulto que tinha uma envergadura de apenas 1,5 metros e tinha quase o tamanho de um gato doméstico, os cientistas relataram a descoberta em 31 de agosto na Real Sociedade Aberta Science e detalhada pela Nature. Eles sugerem a existência de uma espécie de cerca de 77 milhões de anos atrás, durante o período Cretáceo, que era muito menor do que os pterossauros gigantes que pensavam dominar os céus até então.

O pterossauro era sobre o tamanho de um gato doméstico. Mark Witton

O Cretáceo terminou 66 milhões de anos atrás, com uma extinção em massa que viu pterossauros desaparecerem junto com os dinossauros.

Em geral, a extinção eliminou espécies maiores, enquanto que os animais menores, como muitas aves conseguiram sair de alguma maneira e sobreviverem. Se a última descoberta for confirmada, será possível confirmar que as aves não foram os únicos vertebrados de asas pequenas que viveram em seguida.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...