Google+

domingo, 11 de setembro de 2016

Cientistas afirmam que há quatro espécies de girafas na natureza


Cientistas realizaram a maior análise genética feita até hoje sobre as girafas e concluiu que existem quatro espécies diferentes no mundo, até hoje acreditava-se que existia somente uma espécies que se subdividiam em diversas subespécies. O estudo foi publicado na revista Current Biology,

O interessante é que mesmo que as quatro espécies de girafas tenham aparência muito semelhante, suas diferenças genéticas são tão grandes quanto as existentes entre ursos pardos e ursos polares. De acordo com eles, a descoberta tem implicações importantes para a conservação do mais alto dos mamíferos: algumas das novas espécies estão mais ameaçadas de extinção do que se poderia imaginar.


A análise genética mostrou que há quatro grupos distintos de girafas que, aparentemente, não se reproduzem entre si na natureza, sendo assim, as girafas devem ser reconhecidas como quatro espécies diferentes.


Os cientistas classificaram as quatro espécies como a girafa do sul (Giraffa giraffa), a girafa Masai (Giraffa tippelskirchi), a girafa reticulada (Giraffa reticulata) e a girafa do norte (Giraffa camelopardalis) - que inclui a girafa núbia (Giraffa ccamelopardalis camelopardalis) como subespécie.

O estudo revela que a girafa núbia - que vive na Etiópia e na região sul do Sudão e foi a primeira a ser descrita pela ciência, há cerca de 300 anos - faz parte da espécie das girafas do norte.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...