Google+

terça-feira, 10 de maio de 2016

NASA anuncia descoberta de 1.284 exoplanetas


Missão Kepler da NASA anunciou a descoberta de 1.284 exoplanetas - a maior descoberta de planetas até hoje.

"Este anúncio mais do que duplica o número de planetas confirmados pelo Telescópio Kepler", disse Ellen Stofan, cientista-chefe  da NASA. "Isso nos dá esperança de que em algum lugar lá fora, em torno de uma estrela muito parecida com a nossa, podemos descobrir um outro planeta."

Kepler já identificou até o momento 4.302 potenciais planetas. Para 1.284 dos candidatos, a probabilidade de ser um planeta é maior do que 99%, os demais tem maior chance de serem objetos e/ou fenômenos astrofísicos.

Kepler capta os sinais discretos de planetas distantes - as diminuições de brilho que ocorrem quando os planetas passam em frente ou o trânsito, diante de suas estrelas - muito parecido com o trânsito de Mercúrio em frente ao Sol em 09 de maio deste ano. Desde a descoberta dos primeiros planetas fora do nosso sistema solar mais de duas décadas atrás, os pesquisadores recorreram a um trabalho minucioso a procura de novos planetas.

No lote recém-validado de planetas, cerca de 550 poderiam ser planetas rochosos como a Terra, com base em seu tamanho. Nove destes orbita na zona habitável do seu sol, que é a distância de uma estrela onde os planetas que orbitam podem ter temperaturas de superfície que permitem que a água fique em estado líquido. Com a adição destes nove, 21 exoplanetas já são conhecidos por serem membros deste grupo exclusivo.

Dos cerca de 5.000 no total candidatos a planetas encontrados até à data, mais de 3.200 já foram verificados e 2.325 deles foram descobertas por Kepler. Lançado em março de 2009, Kepler é a primeira missão da NASA criada para encontrar planetas do tamanho da Terra potencialmente habitáveis. Durante quatro anos, Kepler monitorou cerca de 150.000 estrelas em um único pedaço de céu.

por Adriano Reis
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...