Google+

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Não conhecemos nem 1% das espécies do Planeta


A Terra poderia conter cerca de 1 trilhão de espécies, com apenas 0,0001% até agora identificadas, de acordo com um estudo de biólogos da Universidade de Indiana.

A estimativa, com base no cruzamento um grandes conjunto de dados e leis de escala universal. Os cientistas combinaram diversos conjuntos de dados de comunidades microbianas, vegetal e animal a partir de fontes científicas do governo, acadêmicas e públicas, resultando na maior compilação deste tipo. Em conjunto, esses dados representam mais de 5,6 milhão de espécies microscópicas e não-microscópicas de 35.000 locais em todos os oceanos e continentes do mundo, exceto na Antártida.

Espécies microbianas são todas as formas de vida muito pequenas para serem vistas a olho nu, incluindo todos os organismos unicelulares, tais como bactérias e archaea, bem como certos fungos. Muitas tentativas anteriores para estimar o número de espécies de micro-organismos na Terra foram simplesmente ignoradas ou foram informados por conjuntos de dados mais antigos baseados em técnicas tendenciosas ou extrapolações questionáveis.

Estas fontes de dados - e muitas outras - foram compiladas para criar o inventário da Universidade de Indiana, que reúne 20,376 amostras de bactérias, archaea e fungos microscópicos e 14,862 amostras das comunidades de árvores, aves e mamíferos.

Os resultados do estudo também sugerem que, na verdade, identificar cada espécie microbiana na Terra é um desafio inimaginável. Para colocar a tarefa em evidência, o Projeto Microbiome Earth - um projeto multidisciplinar global para identificar organismos microscópio - até agora tem catalogado menos de 10 milhões de espécies..

por Adriano Reis
Biólogo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...