Google+

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Plantas carnívoras sabem contar?


Em uma recente pesquisa publicada na Revista Current Biology, cientistas afirmaram que as dioneias (Dionaea muscipula), conhecidas como vênus papa-moscas, sabem contar.

OK, mas como assim? Elas são apenas plantas! Bem, vamos compreender juntos. 

As dioneias são plantas carnívoras, que possuem um par de folhas, como armadilha, que se fecham para apanhar insetos e digerí-los através de enzimas digestivas que gradualmente se dissolvem e viram uma "sopa".
Quando o inseto pousa, após serem atraídos pelo néctar da planta, toca em um dos três pêlos (tricomas) que são como gatilhos e a planta rapidamente se fecha numa velocidade de 100ms.

Os cientistas já sabiam que para a planta se fechar era necessário que o inseto tocasse mais de uma vez estes gatilhos, possivelmente para evitar gastos de energia e não se fechar por qualquer coisa que a tocasse aleatoriamente, como chuva e outros fragmentos.
As plantas não tem sistema nervoso para transmitir impulsos como os animais, mas mudanças químicas produzem um aumento da eletricidade na superfícies das células.


No estudo, os cientistas acompanharam a atividade elétrica da planta e concluíram que as células motoras que fecham as folhas agiam somente quando recebiam sinais no período de 20 segundos, podendo concluir assim que estas células se lembravam do primeiro sinal recebido neste pequeno espaço de tempo. Após 20 segundos, o primeiro impulso elétrico era esquecido e o processo sensorial da planta era reiniciado.

O mais interessante é que para iniciar o processo de produção das enzimas digestivas, foi constatado que era preciso mais do que três estímulos nestes gatilhos. Quanto mais a presa tocasse nos gatilhos, maior é a produção de enzimas, fazendo com que a planta produzisse uma quantidade necessária para digestão e não gastar energia desnecessariamente.

Como a natureza é incrível!

Por Adriano Reis
Biólogo e adm. do site
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...