Lua de Júpiter enfrenta três grandes erupções vulcânicas - Aventuras no Conhecimento

Últimas


NOTÍCIAS

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Lua de Júpiter enfrenta três grandes erupções vulcânicas

Io
Lua de Júpiter durante uma das erupções vulcânicas

Em agosto de 2013, aconteceram três grandes erupções vulcânicas na lua de Júpiter Io. O curto período de tempo entre os eventos, de apenas duas semanas, espantou os cientistas.
Io é a quarta maior lua do sistema solar, com 3.700 quilômetros de diâmetro. Segundo a Nasa, agência espacial americana, Io é o satélite mais geologicamente ativo do sistema solar, com 400 vulcões em atividade.
Assim como na Terra, a erupção dos vulcões gera lava quente. Por causa da baixa gravidade local, as erupções produzem o envio de detritos em direção ao espaço.

Apesar da grande quantidade de vulcões, o pequeno intervalo entre as erupções surpreendeu os cientistas. O cientista Imke de Pater, um dos autores dos estudos, afirmou em comunicado que os pesquisadores imaginavam que uma grande explosão acontecia a cada um ou dois anos, normalmente. E que não costumavam ser tão brilhantes quando acontecem. Mas as novas observações parecem provar o contrário.
As duas primeiras erupções foram descobertas com ajuda da câmera de infravermelho do telescópio Keck II, no Havaí. A terceira e mais brilhante erupção foi observada pelo telescópio Gemini North e pelo Telescópio de Infravermelho Facility (IRTF), da Nasa.

Io se assemelha a uma Terra primitiva. Por isso, Ashley Davies, do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa, disse em nota que Io é como um laboratório de vulcânica. Por meio do satélite, os astrônomos podem olhar para o passado dos planetas terrestres e compreender melhor como as erupções aconteceram.

Fonte: INFO